Volta às aulas

Atividades para integrar, estabelecer regras de convivência, ressaltar o valor da amizade, valorizar a cooperação, o respeito e a ética no cotidiano escolar

Por Juliana Lambert

Objetivos:

Promover a integração e adaptação dos alunos
Estabelecer regras que deverão ser seguidas ao longo do ano letivo
Resgatar valores importantes, como respeito e solidariedade
Abordar a ética no cotidiano escolar
Reforçar a importância da cooperação e da amizade

Faixa etária:1º a 5º ano


 

Os primeiro dia de aula tem um significado especial para educadores, alunos e pais. Não é apenas mais um ano letivo que se inicia, mas a oportunidade de rever os amigos, conhecer novos colegas, compartilhar experiências, resgatar valores e estabelecer regras de boa convivência. Acolher bem é essencial para conquistar a confiança dos pequenos. "Receba os alunos calorosamente, de preferência fora da sala de aula, no portão de entrada, no pátio ou em alguma área livre. Converse um pouco com cada um e convide os pais para conhecer a sala de aula", sugere Débora Cristina Pinheiro da Silva, coordenadora pedagógica do Colégio Escrevivendo, de São Paulo (SP).
Cada atividade deve ser planejada com antecedência e visar não só a integração, mas a adaptação e o resgate de valores. "Prepare o ambiente com materiais pedagógicos, organize uma roda para que todos possam se olhar e sugira brincadeiras de socialização. Ressalte o valor do reencontro por meio de histórias que abordem a amizade", recomenda Maria Beatriz Ortiz Solera, coordenadora pedagógica e educacional do Colégio Augusto Laranja, da capital paulista.

Enquanto o pessoal se "enturma", o professor pode mencionar a importância do respeito e da cooperação. "Não é aconselhável impor as regras, o melhor é explicá-las. Seja claro e objetivo para que todos entendam, lembrem e cumpram ao longo do ano", alerta Débora.
De acordo com Vanessa Santos, coordenadora pedagógica do Colégio Novo Alicerce, de São Paulo (SP), o educador deve ser o exemplo. "Nesta faixa etária, as crianças aprendem mais por observação. O professor deve estar atento a sua postura em sala de aula e rever atitudes que, aos olhos de uma criança, podem parecer injustiça, protecionismo, caracterizar falta de respeito e de ética", comenta.
Em 2011, o Colégio Alfa Centro de Educação Moderna Bilíngue, do Rio de Janeiro (RJ), iniciou o seu trabalho de integração na última semana de janeiro. A tarde feliz proporcionou banhos de piscina, recreação, sessões de filmes e lanches.
"A ideia é que as crianças tenham referências em suas turmas e não se sintam perdidas no primeiro dia de aula", explica a supervisora pedagógica Maria Aparecida Jatobá, para quem é preciso trabalhar valores como justiça, respeito e solidariedade desde o primeiro dia de aula.

 

Primeiro dia de aula
Essas atividades foram preparadas pelo Colégio Augusto Laranja e visam reforçar a integração:

Vamos brincar de massinha? (1º e 2º ano)

1
. Divida os alunos em duplas e distribua massas de modelar.
2. Peça que criem objetos que serão usados ao longo do ano. Exemplo: lápis, caneta, caderno.
3. Promova a apresentação dos trabalhos e a troca de ideias.


Troca de presentes (1º ao 3º ano)


1. Distribua papel, lápis de cor e canetinhas aos alunos.
2. Solicite que façam um desenho para retratar a importância da amizade.
3. Explique que cada desenho se transformará em um presente para o colega que acabou de conhecer.
4. Promova a troca de desenhos e aborde a importância de fazer novas amizades.

 

Pintura coletiva (4º e 5º ano)


1. Providencie tintas atóxicas, pincéis, rolinhos e papel de parede branco.
2. Reserve um espaço na sala ou no pátio para aplicar o papel de parede.
3.Sugira a pintura coletiva do painel de acordo com um tema. Exemplo: O que esperam de 2011?

 

 

Reforçando a amizade
Confira as atividades do Colégio Novo Alicerce para reforçar a amizade:

Dinâmica do pirulito (3º e 4º ano)

1
. Providencie pirulitos em número suficiente para os alunos.
2. Peça que segurem o doce com a mão direita e mantenham o braço esticado.
3. Sinalize para que abram o pirulito, mas alerte que não será permitido mover o braço direito.
4.Após diversas tentativas, mostre que só é possível abrir com a ajuda do colega e que ele também terá que fazer o mesmo para ajudar o outro.


 

Dica esperta!

Essa atividade poderá ser retomada ao longo do ano letivo, de forma que os alunos possam verificar se alcançaram seus sonhos para 2011.

 

Autorretrato (4º e 5º ano)

1
. Distribua para cada aluno uma bexiga e peça que encham.
2. Em seguida, entregue canetinhas coloridas e solicite que cada um desenhe o seu rosto na bexiga.
3. Após concluir o desenho, os alunos deverão jogar a bexiga para cima.
4. Dê um sinal para que cada aluno pegue no ar a bexiga de um colega.
5. Faça uma roda e solicite que cada aluno adivinhe de quem é o autorretrato.
6. Caso não acerte, o aluno que desenhou deverá se apresentar, falar seu nome e dar um abraço no colega.
7. Dê continuidade até que todos se apresentem.

 

Convivência
Acompanhe as atividades do Colégio Escrevivendo para diferenciar a ordem e o caos, valorizar a cooperação e compartilhar sonhos.

 

Árvore dos sonhos (1º ao 5º ano)

1
. Em um papel pardo ou cartolina represente uma árvore. Você poderá afixála em um painel em sala de aula ou no pátio.
2. Na parte superior da árvore, escreva uma pergunta. Exemplo: Como você gostaria que fosse 2011?
3. Distribua um papel com o molde de uma folha de árvore.
4. Peça para que escrevam o que esperam de melhor para o ano letivo. Exemplos: amizades sinceras, boas notas etc.
5. As crianças deverão afixar suas folhas com os desejos na árvore.

 

Dica esperta!

A árvore pode ganhar uma versão de mapa e envolver mais turmas. Basta afixar no pátio e sugerir a construção de bonequinhos, que ficarão localizados em diferentes pontos do mapa, formando uma grande corrente.

 

Da ordem ao caos (4º e 5º ano)

1.
Combine com a turma que, quando você bater palmas, todos deverão parar imediatamente as atividades solicitadas.
2. Peça que cantem ao mesmo tempo uma música para o companheiro ao lado.
3. Bata palmas e sugira nova atividade: que todos cantem ao mesmo tempo uma música para o grupo.
4. Bata palmas novamente e escolha um aluno para cantar para a classe.
5. Mostre para as crianças as diferenças entre a ordem e o caos. Enquanto todos cantavam ao mesmo tempo, ninguém se entendia e a situação gerou desconforto. Já quando apenas um aluno cantou e os demais pararam para escutar, a ordem foi estabelecida.

Dica esperta!

Levante outras situações nas quais a ordem é essencial e estabeleça com os alunos as regras de convivência. Explique que quando desrespeitamos o próximo deixamos a organização de lado e estamos perto do caos.


Respeito ao próximo

Essa atividade é feita no Colégio Novo Alicerce e sugere que professores e alunos construam juntos um contrato pedagógico para estabelecer regras de convivência.

 

Contrato pedagógico

1.
Reúna a turma e questione sobre boa convivência, respeito, expectativas para o ano letivo etc.
2. Estimule a reflexão e a troca de ideias. A partir das respostas, construa um contrato, que será revisto e reestruturado semanalmente ou sempre que houver necessidade.

Da Educação Infantil para o Ensino Fundamental

De acordo com a coordenadora pedagógica do Colégio Novo Alicerce, Vanessa Santos, a adaptação do aluno no Ensino Fundamental deve ocorrer gradativamente, e o professor deve acompanhar o processo e respeitar cada fase da criança. "Promovemos situações de aprendizagem muito mais próximas da realidade da série final da Educação Infantil do que do Ensino Fundamental. Não podemos esquecer que os alunos ainda têm 6 anos e que além de conteúdos pedagógicos, o lúdico é de extrema importância. O 1º ano nada mais é do que uma fase de transição da Educação Infantil para o Ensino Fundamental e deve ser realizada com muito cuidado e segurança", comenta.

 

Crachá

Materiais:
Tampas de lata ou vidro
Marcador permanente
Miçangas
Cola quente
Alfinete grande
1 pedaço de manta acrílica ou espuma




1.
Cole a manta acrílica na parte de trás da tampa.

 

 

 

 

 

 

 

2. Cole o alfinete na manta. Enfeite com miçangas e escreva o nome do aluno com o marcador permanente.

 

 

 

 

 

 

Casinha com mensagem de boas vindas

Materiais:
Papel cartão branco pintado de amarelo brilhante
Papel cartão branco pintado de vermelho brilhante
1 pedaço de fita
1 pedaço de papel color set ou cartolina colorida
Cola branca
Tesoura



1.
Recorte os papéis cartão de acordo com o molde. Monte a casinha.

 

 

 

 

 

 

2. Coloque o cartão de boas vindas dentro da casinha. Cole o telhado e amarre a fita na porta.


 

 

Junto com o cartão de boas vindas, você pode colar um bonequinho ou bichinho para enfeitar a casinha.
A casa pode ser usada durante todo o ano para colocar mensagem dos deveres e regulamento para os alunos.

 

Veja + no Site

Desenho em Conjunto do Colégio Augusto Laranja Brincadeira da Bexiga do Colégio Novo Alicerce